Gestão da Qualidade

Análise e Estruturação da Cadeia de Suprimentos e Estoque

Busque melhorar ou introduzir novos processos relativos a cadeia de suprimentos através da análise dos processos existentes.

Objetivo:

A consultoria tem como objetivo melhorar ou introduzir novos processos relativos a cadeia de suprimentos, visando a continuidade operacional com ênfase no controle, redução de estoques e capital empregado, aumento da produtividade, lucro e competitividade.

Inventários e estoques são fundamentais na área de cadeia de suprimentos e são aqui contemplados.

 

 

Por favor, preencha as questões abaixo para que seja possível continuar o pedido.

R$ 2.544,00

Divida sem juros no cartão
SOLICITAR PROPOSTA

ENTREGAS:

1. Relatório Técnico Final contendo bases e premissas utilizadas, tarefas executadas, resultados obtidos (inclusive com registros fotográficos), oportunidades de melhoria, plano contendo ações a serem executadas, recomendações e conclusões.

SAIBA MAIS:

ETAPA 01 | ALINHAMENTO DA PROPOSTA

Realizar reunião de abertura junto ao cliente, para nivelamento do escopo do trabalho e validação do planejamento de execução dos serviços, composto de cronograma resumido com os principais eventos, agendas de reuniões e definição dos responsáveis pelo acompanhamento dos serviços por parte do cliente e da prestadora de serviço tecnológico.

 

ETAPA 02 | DIAGNÓSTICO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

Diagnóstico da empresa e da cadeia de suprimentos, observando os seguintes aspectos, quando aplicáveis:

• Levantar todos os itens da cadeia de suprimentos (compras e estoques);

• Analisar histórico de compras dos itens adquiridos nos últimos 12 meses. Volumes e frequência de compras de cada item;

• Identificar os itens de estoque com de maior peso (quantidade e desembolso). Calcular consumos mensais dos últimos 12 meses, definir a idade de estoque, o ponto de ressuprimento, lote econômico, estoque mínimo, máximo e de segurança dos respectivos itens;

• Compatibilizar histórico de compras x fichas técnicas dos produtos elaborados;

• Levantar as informações relativas as “Entradas” dos processos de compras existentes. Fluxo de compras, políticas, critério de escolha de fornecedores, documentos de compras existentes, requisitos e especificação dos itens adquiridos relativos a matérias primas e serviços;

• Avaliar os resultados dos processos de compras (Saídas): Lead time, prazos de entrega, atendimento aos requisitos de qualidade, preço e custos de aquisição, avaliação de fornecedores, recepção de compras (conferencias pedido x NF, tratamento dos desvios);

• Avaliar os controles de gestão de estoques de matérias primas, insumos, embalagens, etc. (sistema de controle, rotinas de controle de inventário, gestão das perdas, tratamento de desvios/perdas, baixa de estoque). Fluxo de saída de material (saída almoxarifado) para as áreas demandantes. Requisições, entregas, devoluções;

• Avaliar se os métodos utilizados na gestão de estoque, possibilitam correta gestão, suprimento das linhas de produção e continuidade operacional. Levantar dados de perdas de produção por falhas de suprimentos;

• Identificar se os custos de perdas de estoques / diferenças de inventário estão sendo considerados na formação do custo do produto;

• Analisar o planejamento de produção, identificando se as fichas técnicas ou estrutura de produto existente servem de base para o planejamento de compras. Avaliar o processo de planejamento de produção. Qual metodologia utilizada, interfaces entre áreas de produção, compras, vendas durante o planejamento da produção?

• Avaliar interface área de produção x gestão de produto acabado. Apuração de produção, controle, retrabalhos, devoluções / retorno de mercadorias para estoque.

 

ETAPA 03 | CONSULTORIA EM GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

Com base no(s) diagnóstico(s) realizado(s) na etapa anterior, deve-se organizar as informações e orientar a empresa para o processo de melhoria da Gestão da Cadeia de Suprimentos, como recomendado:

• Propor estratégias para redução de estoques, redução de capital empregado, redução de perdas, redução de custos de aquisição, maximização de sinergias; previsão de demanda e planejamento da necessidade de materiais.

• Padronizar processos de compras de bens e serviços, gestão de estoque e suprimento;

• Propor indicadores de processo chaves para a área de suprimentos (custo de estoque, capital empregado, idade de estoque, % de compras de emergência, % de compras devolvidas, % de ruptura de produção por falha de suprimentos, etc), avaliação de fornecedores. Indicadores que possibilite o acompanhamento e análise dos processos existentes e potenciais tomadas de decisões;

• Realizar reunião de fechamento com o empresário e grupo de pessoas envolvidas durante a elaboração do trabalho, através da apresentação de relatório da consultoria, contendo observação, análise do problema, plano de ação contendo ações executadas, ações propostas, resultados e plano de melhoria contínua.

OBSERVAÇÃO:

a. A consultoria contempla 04 (quatro) visitas presenciais. 

b. Praxo de execução: 45 dias.

BENEFÍCIOS:

A consultoria tem como benefícios:

a) Planejar e controlar os processos, materiais, fluxos de informação e atividades logísticas dentro da empresa e de sua cadeia de suprimentos;

b) Analisar estratégias operacionais na cadeia de suprimentos;

c) Fortalecer o gerenciamento da cadeia de suprimentos.

ATENDE AOS SETORES:

Comércio, Indústria, Serviço

ATENDE AOS SEGMENTOS:

Todos.

PÚBLICO ALVO:

Empresa de Pequeno Porte, Microempreendedor Individual, Microempresa